Renovação do Estado de Emergência

Dando sequência à renovação do Estado de Emergência por parte do Presidente da República, que estará em vigor a partir das 00h00 de dia 24 de novembro, o Conselho de Ministros decidiu:

Atualizar a lista de concelhos com risco elevado de contágio. As medidas para combater a Covid-19 serão aplicadas consoante a situação epidemiológica verificada em cada concelho. Assim, e seguindo os critérios determinados pelo Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC), distinguiram-se quatro níveis de gravidade da pandemia:

Campanha de Vacinação contra Gripe 2020 / 2021

A equipa de enfermagem do Centro de Saúde da Póvoa de Lanhoso procederá à vacinação contra a gripe de todos os utentes com mais de 65 anos residentes na União de Freguesias de Verim, Friande e Ajude, no dia 19 de outubro de 2020, entre:

·   13.00h-14.30h Friande - sede de Junta

·   14.30h- 15.30h Ajude - sede de Junta

·   15.30h-18.00h Verim - sede de Junta  

Prorrogação do estado de alerta

Serve a presente nota informativa  para dar conhecimento do Despacho 8647-A/2020, de 08 de setembro, publicado no Diário da República, que Prorroga a situação de alerta até às 23:59 horas do dia 11 de setembro de 2020, para os distritos de Aveiro, Braga, Bragança, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria, Lisboa; Portalegre, Porto, Santarém, Viana do Castelo, Via Real e Viseu.

IMPORTANTE:

  • ·Proibição do acesso, circulação e permanência no interior dos espaços florestais, previamente definidos nos planos municipais de defesa da floresta contra incêndios, bem como nos caminhos florestais, caminhos rurais e outras vias que os atravessem, com as exceções previstas no artigo 23.º do Decreto -Lei n.º 124/2006, de 28 de junho, na sua atual redação, nomeadamente o acesso, a circulação e a permanência de residentes permanentes ou temporários e de pessoas que ali exerçam atividade profissional;
  • ·Proibição da realização de queimadas e de queimas de sobrantes de exploração;
  • ·Proibição de realização de trabalhos nos espaços florestais com recurso a qualquer tipo de maquinaria, com exceção dos associados a situações de combate a incêndios rurais;
  • ·Proibição de realização de trabalhos nos demais espaços rurais com recurso a motorroçadoras de lâminas ou discos metálicos, corta -matos, destroçadores e máquinas com lâminas ou pá frontal;
  • ·Proibição da utilização de fogo-de-artifício ou outros artefactos pirotécnicos, independentemente da sua forma de combustão, bem como a suspensão das autorizações que tenham sido emitidas.

SITUAÇÃO DE ALERTA 6 a 8 de Setembro de 2020

Serve a presente nota informativa  para dar conhecimento do Despacho 8553-C/2020, de 04 de setembro, publicado no Diário da República, que declara situação de alerta para o período compreendido entre as 00:00 horas do dia 06 de setembro e as 23:59 horas do dia 08 de setembro de 2020, para os distritos de Aveiro, Braga, Bragança, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria, Lisboa; Portalegre, Porto, Santarém, Viana do Castelo, Via Real e Viseu.

IMPORTANTE:

  • ·Proibição do acesso, circulação e permanência no interior dos espaços florestais, previamente definidos nos planos municipais de defesa da floresta contra incêndios, bem como nos caminhos florestais, caminhos rurais e outras vias que os atravessem, com as exceções previstas no artigo 23.º do Decreto -Lei n.º 124/2006, de 28 de junho, na sua atual redação, nomeadamente o acesso, a circulação e a permanência de residentes permanentes ou temporários e de pessoas que ali exerçam atividade profissional;
  • ·Proibição da realização de queimadas e de queimas de sobrantes de exploração;
  • ·Proibição de realização de trabalhos nos espaços florestais com recurso a qualquer tipo de maquinaria, com exceção dos associados a situações de combate a incêndios rurais;
  • ·Proibição de realização de trabalhos nos demais espaços rurais com recurso a motorroçadoras de lâminas ou discos metálicos, corta -matos, destroçadores e máquinas com lâminas ou pá frontal;
  • ·Proibição da utilização de fogo-de-artifício ou outros artefactos pirotécnicos, independentemente da sua forma de combustão, bem como a suspensão das autorizações que tenham sido emitidas.